sexta-feira, 21 de março de 2008

Você se sente SEGURO ?

Não faz muito tempo eu fiz um seguro de vida.
Ao preecher a ficha de requerimento, notei que havia a seguinte cláusula: "Caso você exerça uma das profissões relacionadas abaixo, não será possível contratar os benefícios deste plano"
Dentre a relação das profissões consideradas de risco (Aviador, paraquedista, etc), senti falta de uma, em especial, que ganhou espaço nesses últimos dois meses nos noticiários:
A profissão de frentista de posto de gasolina.

Em 11 de fevereiro, em Ribeirão Preto, um rapaz de 19 anos e recém ingressado na faculdade de Direito, sob aparente efeito de álcool, invade o estabelicimento e atropela um frentista. Como se não bastasse ele tenta escapar e faz o carro 'patinar' sobre o pobre coitado.
http://www.youtube.com/watch?v=pETbsZSczG8
Em 13 de marco uma frentista é agredida por um sujeito após uma discussão dentro do posto. Ele sai do carro, nervoso, e espanca a moça covardemente. O vídeo lembra uma luta de vale tudo, literalmente. Confira.
http://www.youtube.com/watch?v=9X4WAGwUQlI

Mas esse tipo de agressão não é inerente à profissão. Essa é uma violência gratuita presente em todos os lugares (na padaria, no salão de cabelereiros, no restaurante e até mesmo dentro da nossa própria casa).
Arriscado mesmo, é viver em uma sociedade como a nossa, comprometida com o desrespeito, com a falta de educação, com a banalização da vida e por fim com o descumprimento das leis (quando elas existem).
Do jeito que as coisas caminham, não precisaremos somente de um bom seguro de vida, mas sim, de uma proteção divina.

Um comentário:

Ellemos disse...

Estou bastante insegura... Mas a gente precisa se mexer! Bile amarela é o que não falta, tenho certeza!